Fio egípcio e decisões precipitadas.

E não preciso dizer que me senti um pouco na idade média, em alguma espécie de tortura nos minutos que seguiram com a minha “desWolverinização”. Também quero dizer que, adoro a técnica, mas também aprendi que posso viver com as minhas costeletas e até eventualmente penteá-las.