9 linhas e meia- coisas vãs – Botox Já!

Depois de fitar fixamente o espelho, resolvi fazer das minhas rugas poesia e aproveitei a bela tarde chuvosa de ontem para olhar “ao redor” daqueles olhos, nesse caso, os meus.

Sou uma pessoa muito expressiva, até em demasia. O meu rosto consegue manter conversas complexas sem que eu fale, pasmem, nenhuma palavra.

Consigo congelar algumas pessoas só com a minha sobrancelha arqueada, pois ela tem uma personalidade intimidadora. Meu fronte cerrado nunca deixa dúvidas quanto ao descontentamento que está sendo processado dentro da minha cabeça. Tudo o que eu penso e sinto fica claramente estampado no meu semblante, literalmente.

“Porém, meus olhos, minha cor perdida, meu pasmo, meu silêncio, por mim falam, e não dizendo nada, digo tudo”. Estevão Rodrigues de Castro

Nove linhas e meia. Este é o número que eu descobri na minha expedição facial. Nove linhas e meia de pura rabugice. E o que é a rabugice? Segundo o Aurélio, trata-se de um mau humor persistente. E é isso mesmo.

Um belo dia (uns belos dias) você acorda, dá aquela mirada no espelho e fica um pouco chocada. Desde os poros gigantescos até notar a realidade da sua pele, bem “abatida”, meio caidinha. Mas tudo bem! O creminho liftMEGAsuperUP certo, uma hidratação melhor, uma água termal E até um peeling pra dar aquela renovada vale. Para “cútis” tristinha, tem solução! Então, está tudo okey.

Agora… as 9 linhas e meia. Ah! Essas não são nem temporárias e muito menos resultado de um breve período de má gestão cutânea pós bebê. Essas foram delineadas e escavadas com o tempo, da mesma maneira em que se formam os vales.

Quantas toneladas de mau humor persistente eu persisti para acumular tão carrancudas marcas? No meu balancete mental, era bastante.

Olhando o meu reflexo enquanto esticava a minha testa, na esperança de que, sei lá, PLIM! Testa lisa!…Fui “emputecendo” comigo mesma, porque confesso sempre fui além de muito animada, paradoxalmente (bipolarmente) também, muito emburrada.

Emburrada está no rol das minhas palavras preferidas, porque ela é uma palavra completa, no que tange pensar em “Uma pessoa emburrada”.

em·bur·rar – Conjugar (em- + burro + -ar)

  1. Tornar burro ou estúpido. = EMBRUTECER, EMBURRECER, ESTUPIDIFICAR ≠ DESEMBURRAR
  1. Ficar parado ou sem .ação, como burro que teima em não andar. = EMPACAR, EMPANCAR, EMPERRAR
  2. Ficar amuado ou amofinado (ex.: o menino emburrou). = AMUAR, EMBEZERRAR ≠ DESEMBURRAR
  3. Obstinar-se; teimar.
Lembrou de quantos emburrados conhecidos? Não é uma palavra perfeita?
No início eu falei sobre rugas e poesias, pois lendo um livro de sonetos, encontrei nesse pedacinho a resposta para a minha questão mau humorada, percebam:
“…a culpa é minha, que sobre coisas vãs fiz fundamento.” Luis de Camões
E completo “…a culpa é minha, que sobre coisas vãs fiz fundamento…E RUGAS“.
Cada uma das minhas nove linhas e meia são frutos do meu esforço em não abstrair e emburrecer. Ficar emburrado na maioria das vezes não envolve questões filosóficas e profundas da vida, mas sim a supervalorização de pequenas coisas que ficam gigantes e a gente tem que alimentar, sem nunca resolvê-las, apenas corroê-las e transformá-las em RUGAS!!!!! Haja chronos 30plus!
Esses últimos 4 anos passados, desde a nossa mudança para Catching Grapes, temos trabalhado em grandes mudanças, no meu plano, abandonar a rabugice é uma delas. Por óbvio, não abandonar integralmente, mas manter pelo menos 5% somente pelo charme.
Mas olhando as nove linhas e meia eu percebo hoje, mais do que nunca, que eu preciso URGENTEMENTE de uma gota de botox e avaliar seriamente o que vale marcar a minha testa ou não.
Como está a sua testa?!

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s