Fio egípcio e decisões precipitadas.

Eu como uma típica taurina que sou, tenho uma certa dificuldade em tomar decisões loucas. Além do mais, alguns fatos da minha “ficha corrida” mostraram estatisticamente que; todas as vezes em que eu “toquei o foda-se” e agi por impulso, as coisas não aconteceram como eu esperava.

Mês que vem completo 4 anos de casada e uma série de fatos começam a ressurgir com essa data, sendo que uma escolha precipitada também fez parte desse processo.

NÃAAAAO! Não me precipitei na escolha do noivo, muito embora tenhamos nos casado em 1 ano e meio, Jorge ter começado a roncar somente depois do “sim, eu aceito”, sem falar na colherinhas!!!!

A minha escolha precipitada foi muito inocente, mas me trouxe uma grande lição.

Nessa mesma época, há quatro anos atrás, eu estava envolta nos preparativos do casório, o que também trazia a necessidade de um cuidado extra com as minhas sobrancelhas. Nesse dia, a minha designer foi rapidamente dançando com os seus dedos hábeis e modelando as minhas sobrancelhas com toda a sua “ninjabilidade” no fio egípcio.

Ela terminou, eu olhei o espelhinho, estava tudo okey! Aproveitei e também eliminei o meu bigodinho (buço está no rol das palavras que eu não uso), até porque era preciso parar de constranger as pessoas com o meu fenótipo português.

Até ai, tudo maravilindo! Mas então surgiu uma questão, daquelas que demandam resposta rápida, muito rápida! A moça disse:

“- Você quer aproveitar e depilar a suas… “costeletas”?

Primeiro choque: eu tinha costeletas? Se eu tinha, elas me incomodavam? Até aquele momento, não! Mas ai ela já tinha falado, eu olhei pro espelho e me senti o Wolverine! Por que ninguém nunca me disse????

Passado o choque e todas as perguntas que eu me fiz mentalmente, respondi sem titubear:

“- É CLAAAAAAAARO que eu quero!

E foi esse o início do fim. Sem pestanejar ela foi dedilhando, girando aquele fiozinho e eu só escutei o “TÁTÁTÁTÁTÁ” da minha suíça sendo arrancada dos bulbos e na sequência veio a escuridão e as lágrimas. Meus olhos ardiam, minhas pernas, eu já nem sabia se tinha pernas ainda, fui respirar e …

“TÁTÁTÁTÁTÁ”

E o horror de mil dedinhos batendo na porta surgiu e … TÁTÁTÁTÁTÁ (quem já fez, tá ligado no barulho!). Mais dor excruciante e tátátátá…eu já nem sabia mais quantos tátátás foram, eu nem sabia mais o meu nome.

E ai ela terminou!!!

O PRIMEIRO LADO.

E eu não preciso dizer que me senti um pouco na idade média, em alguma espécie de tortura nos minutos que seguiram com a minha “desWolverinização”. Também quero dizer que, adoro a técnica, mas também aprendi que posso viver com as minhas costeletas e até eventualmente penteá-las.

Mas o mais importante dessa “passagem” toda é a lembrança, essa eu deixei na minha mochila da vida ao lado do “remember” de não cortar as unhas dos pés sozinha (afinal, caminhar depois é preciso).

Eu tenho essa “murrinha” com “certeza/segurança” faz muito tempo, não gosto de tomar decisões de supetão ou muito empolgada. Não que a vida deva ser engessada e vivida em uma planilha de excel. Mas eu gosto de calma e planejamento, ainda mais quando se tem dois filhos.

Revendo todas as decisões que deixei de tomar porque queria “pensar” mais, entendi e endossei o fato de que, com certeza, me salvei de inúmeras depilações de costeletas, menos “daquela”.

Li hoje que “decisões precipitadas levam ao precipício”, mas não acredito nessas profecias de fim ou muito apocalípticas. A vida impressionantemente nos dá (na maioria das vezes) uma chance de consertar algumas más escolhas, às vezes não.

É claro que esse causo é uma analogia e que as nossas questões vitais não giram unicamente em torno de costeletas, mas acredito fielmente que decisões precipitadas podem nos levar por caminhos muito diferentes do que imaginamos e nos dar muito mais trabalho e desgastes desnecessários, pois acabam nos atrasando e como depilação de suíças, podem ser extremamente dolorosas. Só que quando você já mergulhou de cabeça é preciso ir até o final.

E tátátátátá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s